Infelizmente, a atividades presenciais do projeto foram interrompidas dia 16 de março, junto com as aulas das escolas públicas e particulares da cidade em função da pandemia do coronavírus. Em reunião com equipe, ficou evidente a necessidade de continuarmos atuando para garantir a essas crianças e a seus familiares um apoio durante esta fase, prevendo que eles seriam drasticamente impactados pelas consequências da epidemia. Assim, montamos uma estratégia que consistia em duas frentes importantes: oferecer atividades para as crianças durante o período de quarentena e garantir informações qualificadas às famílias sobre os programas de distribuição de renda que seriam criados para esse período.

O primeiro passo foi criar um grupo de WhatsApp com todas as famílias do projeto. Esse passou a ser nosso principal veículo de comunicação diário. As educadoras fizeram um levantamento de todas as informações colhidas nas duas primeiras semanas de aula, preenchendo instrumentos individuais com as principais questões pedagógicas observadas em cada criança. A partir de reuniões remotas, toda a equipe estipulou prioridades e, com base no nosso Projeto Político Pedagógico, as educadoras desenvolvem pacotes semanais de atividades atendendo às especificadas de cada criança. Em um deles, as obras de Arthur Bispo do Rosário deram continuidade às atividades relacionadas às mulheres, que foram interrompidas.

Todas as segundas-feiras, as famílias recebem exercícios e atividades de artes plásticas para serem desenvolvidas em casa, com um manual explicativo para os familiares. Criamos grupos separados para cada turma e as educadoras ficam de plantão nos horários das aulas do projeto para tirar as dúvidas das crianças. Esses grupos de WhatsApp passaram a ser um canal constante de comunicação entre as famílias e o projeto e continuamos estimulando esta comunicação. Estamos online o tempo todo, incluindo diretoria e serviço social do Meta Educação, auxiliando no que for necessário.

O Serviço Social do Meta Educação faz parte da rede de proteção social que engloba o Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) responsável por atender as famílias dos bairros de abrangência do projeto (Estácio, Cidade Nova, Rio Comprido, Catumbi e favelas do Complexo do São Carlos). Em contato diário com essa rede, conseguimos informações qualificadas e as repassamos às famílias sobre benefícios oferecidos pelo Estado. A situação econômica das famílias atendidas pelo projeto é bastante precária. A grande maioria desenvolve trabalhos informais e sem vínculo empregatício. A precariedade foi aumentando ao longo da quarentena e o projeto optou por reverter o valor destinado para a compra do lanche das crianças durante as aulas para aquisição de cestas básicas para as famílias. No dia 31 de março, foraa distribuídas 80 cestas básicas e sabonetes na Quadra da escola de Samba Estácio de Sá, que gentilmente cedeu o espaço para esta ação. Vale ressaltar que, para evitar aglomeração, a distribuição foi dividida por turma/horário.

Matérias publicadas anteriormente

Vamos ajudar famílias impactadas pelo Covid-19

O Instituto Meta Educação está ao lado do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) arrecadando...

Meta Educação amplia parcerias para atender às famílias do Estácio e São Carlos

A equipe do Meta Educação busca novas oportunidades de auxílio que possam beneficiar as famílias...

O Reforço do Futuro em tempos de coronavírus

Infelizmente, a atividades presenciais do projeto foram interrompidas dia 16 de março, junto com as...

Inscrições superam expectativas

No dia 11 de fevereiro, foi realizada a etapa de inscrições das crianças e adolescentes...

 

DESENVOLVIMENTO SOCIAL . EDUCAÇÃO INFANTIL . CURSOS PROFISSIONALIZANTES . GERAÇÃO DE RENDA PARA MULHERES . INTRODUÇÃO DE JOVENS NO MERCADO DE TRABALHO . ALFABETIZAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS

RECEBA NOSSO INFORMATIVO
INSTITUTO META EDUCAÇÃO
Rua Haddock Lobo, 210 . sala 914 . Tijuca
Rio de Janeiro . RJ . CEP 20.260-142